Os stocks de equipamentos de proteção individua estão esgotados

As reservas de equipamento de proteção individual contra o novo coronavírus COVID-19 estão esgotados devido à enorme procura, o que provoca que muitos estabelecimentos de saúde e estabelecimentos de ação social estejam em falta com este tipo de equipamentos, necessários à proteção dos profissionais que continuam a trabalhar ativamente com os utentes.

Em comunicado, a Santa Casa da Misericórdia de Faro, solicita apoio para equipar os trabalhadores das várias respostas sociais que ainda se encontram a funcionar como é o caso das Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas – Sede, Torre de Natal e Residência Sénior J. R. Candeias Neto –, Serviço de Apoio Domiciliário, Unidade de Cuidados Continuados de Longa Duração e Manutenção e Refeitório Social/Balneários.

O stock de máscaras rapidamente se esgotou nestas estruturas, o que tem causado muita preocupação devido ao contacto próximo existente entre trabalhadores e utentes.

A instituição já acionou os contactos com empresas da especialidade para repor os stocks dos equipamentos de proteção individual, contudo, todas as empresas contactadas afirmam estar em rutura de stock.

A Santa Casa da Misericórdia de Faro divulga que tem necessidade de vários produtos como:

  • Máscaras cirúrgicas;
  • Batas descartáveis e protetores de botas ou sapatos impermeáveis descartáveis (para a descontaminação de áreas com possíveis suspeitos);
  • Luvas de Nitrilo;
  • Solução alcoólica.

De frisar, que os produtos de maior necessidade são as máscaras cirúrgicas e as soluções alcoólicas.

A instituição apela que mesmo que as empresas não possuam nenhum dos produtos supracitados, que cedam à Santa Casa os contactos das entidades/empresas que possam conhecer e assegurar a disponibilidade deste tipo de material.

Partilhar: