A Re-Food Faro inaugurou na segunda feira o seu novo centro de operações, um espaço cedido pelo Município de Faro através de protocolo de comodato. A cerimónia simbólica, adaptada às restrições impostas pela pandemia, contou com a presença do presidente da Câmara de Faro, Rogério Bacalhau, o vereador com o pelouro do Desenvolvimento Social, Carlos Baía, e dos coordenadores da Re-food Faro, Paula Matias e Carlos Reis.  

A Re-Food, que já apoia em Faro perto de 400 pessoas em Faro, atingiu o limite de capacidade de ajuda devido ao tamanho reduzido da sua anterior base, em funcionamento desde 2016, que não permitia mais quantidade de armazenamento de produtos alimentares ou maior número de voluntários em simultâneo.

Nesse sentido, o Município adquiriu, em dezembro de 2020, este novo espaço, cedendo-o agora à Re-food . Com este novo espaço, já completamente adaptado e equipado, situado na Rua Ramalho Ortigão e com uma área de 130,30 metros quadrados,  a Re-food Faro passa a ter instalações com as condições necessárias para ajudar um maior número de pessoas no concelho.

Para a coordenadora do núcleo, Paula Matias, “estas novas instalações são um ponto de viragem para a Re-food Faro, porque vai permitir acolher mais voluntários, mais famílias e estabelecer novas parcerias no combate ao desperdício alimentar”.

Câmara Municipal de Faro

Partilhar: