Os donos de imóveis devolutos ou em ruínas situados na Área de Reabilitação Urbana da Cidade de Lagos vão pagar mais de IMI, no próximo ano.

O executivo municipal decidiu, na sua última reunião, que, com o objectivo de os ‘incentivar’ a fazer obras, vão ter este imposto majorado para o triplo da taxa normal.

Em contrapartida, os que intervencionarem este tipo de imóveis beneficiam de um desconto de 30% no valor a pagar de IMI.

A taxa normal a pagar no próximo ano foi fixada em 0,8% para os prédios rústicos e em 0,35% para os prédios urbanos.

A Câmara de Lagos deliberou, ainda, fixar em 4,5% a sua taxa de participação no IRS e que as empresas sediadas no concelho que facturem mais de 150 mil euros vão pagar 1% sobre o lucro tributável, enquanto que as restantes ficam isentas.

Partilhar: