Numa crise pandémica em constante transformação, estando Portugal atualmente em Estado de Emergência para fazer frente à 2ª vaga de contágios da COVID-19, o município de Lagos tem vindo a adaptar o pacote de medidas LAGOS APOIA. A este programa de apoio às famílias e à economia local têm sido acrescentadas novas ações, como, mais recentemente, a promoção da administração gratuita de 2 mil vacinas a idosos do concelho, a entrega de viaturas a Forças de Segurança, Centro de Saúde de Lagos e Agrupamentos Escolares e a comparticipação na elaboração do “Plano de Recuperação Económica do Algarve” da AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve.

Implementado desde abril de 2020, embora muitas das suas medidas tenham sido aplicadas desde o início da pandemia em Portugal, o programa LAGOS APOIA foi aprovado com o objetivo de minimizar o impacto causado pela pandemia da COVID-19 junto da população. Estas medidas englobam áreas como Apoio Social, Apoio à Economia, Medidas de Saúde, Higiene e Segurança e Medidas Culturais e Informativas (disponíveis no flyer digital aqui).

Nos meses de verão, as medidas adaptaram-se para o estímulo da economia local, mas também para a segurança nas praias. Próximos do Inverno e Natal, a autarquia lacobrigense vira-se agora para outras frentes, acompanhando a evolução epidemiológica do país e do mundo. Exemplo disso é a celebração de um protocolo que permite promover a administração gratuita da vacina da gripe, em farmácias comunitárias, a 2 mil idosos do concelho no âmbito do Programa “Vacinação SNS Local”, reduzindo assim a pressão sobre os serviços de saúde.

Na área da economia, o município transferiu cerca de 11.000 € como comparticipação na elaboração do “Plano de Recuperação Económica do Algarve” da AMAL, uma estratégia regional de combate aos efeitos nocivos provocados pela pandemia COVID-19 na economia algarvia. Para o Natal de 2020, apesar de todas as restrições, a autarquia está a preparar algumas iniciativas de estímulo às compras no comércio local.

A garantia de cumprimento de todas as normas de saúde e segurança também tem sido um dos focos do programa, reorganizando-se em torno das constantes mudanças do contexto pandémico. Para tal, foi trabalhada a atribuição do selo Clean & Safe a equipamentos museológicos e culturais e foram dadas orientações de utilização para os espaços desportivos. Pontualmente, também têm sido implementadas medidas excecionais, como foram alvo os cemitérios municipais no fim-de-semana de Dia de Todos os Santos.

Entre os apoios sociais integrantes do LAGOS APOIA encontram-se a distribuição de cabazes alimentares e de bens de primeira necessidade, medicação, refeições entregues ao domicílio e refeições distribuídas a pessoas em situação de sem abrigo. Estes apoios continuarão a ser prestados para auxiliar as famílias, sendo que para tal poderá ser feito um contacto com a autarquia através dos telefones 282 780 900 e 282 771 700 (9h00-17h00) ou do email expediente.geral@cm-lagos.pt.

Na área da Educação, destacam-se a aquisição de 400 computadores portáteis e 150 tablets para alunos, em regime de empréstimo.

A população em geral, mas também as entidades que estão na linha da frente do combate à disseminação do vírus, também têm sido o foco da autarquia lacobrigense. No passado dia 27 de outubro, Dia do Município, foram entregues 6 viaturas a Forças de Segurança, Centro de Saúde de Lagos e Agrupamentos Escolares num investimento de cerca de 138.740,22 €. Já os equipamentos de proteção individual entregues (máscaras, álcool gel, luvas, fatos de proteção, entre outros) mereceram até à data, um investimento de 159.769,22 €. Para além da comunidade lacobrigense, entre as entidades que beneficiaram destes apoios estão o Centro Hospitalar Universitário do Algarve – Hospital de Portimão, o Hospital Distrital de Lagos – Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, o Centro de Saúde de Lagos, as Autoridades locais (Guarda Nacional Republicana, Polícia de Segurança Pública e Polícia Marítima), as Instituições (Santa casa da Misericórdia de Lagos, CASLAS, Paróquia de Lagos e NECI), os Bombeiros Voluntários de Lagos, a Lagos Em Forma, as Juntas de Freguesia, o Estabelecimento Prisional de Silves, a CPCJ – Lagos e a Cruz Vermelha – Delegação de Lagos.

A Câmara Municipal de Lagos continuará atenta à evolução epidemiológica, adaptando a sua abrangência ao contexto económico e social do concelho e tomando como prioridade o apoio à população que viu as suas vidas afetadas como consequência da crise pandémica. Nesse sentido, apela ao espírito cívico de todos os munícipes e visitantes para que cumpram todas as normas da Direção-Geral de Saúde, mantendo o concelho de Lagos seguro para todos.

Câmara Municipal de Lagos.

Partilhar: