No segundo trimestre, 45 municípios localizados maioritariamente no Algarve (1.606 €/m2) e na Área Metropolitana de Lisboa (1.383 €/m2) apresentaram um preço mediano de venda de habitação superior ao valor nacional (1.031 €/m2), revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

No que diz respeito a concelhos, o valor mais alto foi registado em Lisboa (3.154 €/m2), seguindo-se Cascais (2.478 €/m2) e Oeiras (2.134 €/m2). Três concelhos algarvias aparecem, de seguida, nesta lista: Loulé (2 018 €/m2), Lagos (1 875 €/m2) e Albufeira (1 821 €/m2) e Tavira (1.766 €/m2). Igualmente ‘bem colocados’ estão os municípios algarvios de Lagoa (1.634 €/m2), Faro (1.532 €/m2) e Vila Real de Santo António (1.519 €/m2).

O preço mediano de alojamentos novos foi 1.153 €/m2 e para os alojamentos existentes o valor situou-se em 1.010 €/m2.

A Área Metropolitana de Lisboa (1.805 €/m2), o Algarve (1.750 €/m2), a Região Autónoma da Madeira (1.333 €/m2) e a Área Metropolitana do Porto (1.224 €/m2) apresentaram um preço mediano de alojamentos novos acima do valor nacional.

No caso dos alojamentos existentes no topo da lista está o Algarve (1.573 €/m2), seguindo-se a Área Metropolitana de Lisboa (1.334 €/m2) e a Região Autónoma da Madeira (1.170 €/m2).

Partilhar: