No 4º trimestre de 2017, o preço mediano dos alojamentos vendidos no Algarve situou-se em 1.383 €/m2, tendo sido de 1.538 €/m2 nos alojamentos novos e 1.346 €/m2 nos alojamentos existentes, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatísticas (INE).

Trata-se de um valor bem acima da média nacional, que foi de 932 euros por metro quadrado, um aumento de 2% relativamente ao trimestre anterior e 7,6% em comparação com o trimestre homólogo.

A região algarvia é, de resto, aquela em que é mais caro comprar habitação, seguindo-se a Área Metropolitana de Lisboa (1.262 €/m2) e a Região Autónoma da Madeira (1.126 €/m2).

Nos municípios de Loulé (1.756 €/m2), Lagos (1.624 €/m2), Albufeira (1.510 €/m2), Tavira (1.398 €/m2), Lagoa (1.379 €/m2) e Vila do Bispo (1.348 €/m2) verificaram-se preços de venda de alojamentos existentes acima do valor mediano do Algarve. Nos municípios algarvios sem área costeira – Monchique e Alcoutim – as vendas de alojamentos existentes foram inferiores a 700 €/m2.

Lagos apresentou o preço mediano de venda de alojamentos novos mais elevado (1.952 €/m2) entre os municípios  do Algarve.

O INE acrescenta, ainda, que “Albufeira foi o município do Algarve onde se verificou maior disparidade entre o preço de alojamentos novos e o de alojamentos existentes: 350 €/m2”, enquanto que “Castro Marim, Silves e Aljezur apresentaram disparidades abaixo de 100 €/m2 entre os preços medianos de alojamentos novos e existentes”.

Partilhar: