A Câmara de Portimão anuncia ter conseguido baixar o seu prazo médio de pagamentos para 18 dias. Trata-se de uma diminuição muito significativa, uma vez que há poucos anos, em 2014, aquele indicador era de 4.628 dias.

Esta evolução leva a que, pode ler-se no documento, “pela primeira vez, em 10 anos, Portimão não figure na listagem publicada trimestralmente pela Direção-Geral das Autarquias Locais (DGAL) dos Municípios com um Prazo Médio de Pagamento (PMP) superior a 60 dias.”

No comunicado, a autarquia liderada por Isilda Gomes faz questão de lembrar que “pelo terceiro ano consecutivo, o executivo apresenta um relatório de contas com Resultados Líquidos Positivos, o que permitiu que se iniciassem investimentos de recuperação/beneficiação de vias urbanas, da iluminação pública e dos espaços ajardinados.”

Partilhar: