Entrevista a Miguel Caires, administrador executivo da empresa Alberto Oculista, que teve origem na Madeira e que, ao longo dos anos, se expandiu para os Açores, para o Continente – em especial, para o Algarve, onde tem 14 lojas – e até para Espanha, contando, atualmente, com meia centena de lojas.

O Algarve (OA) – Como surgiu e se desenvolveu a empresa?

Miguel Caires (MC) – A Alberto Oculista surge em 1984, pela mão do Sr. Alberto Caires. Nasce na Madeira, num primeiro espaço sito numa das principais ruas do Funchal. Com determinação e arte no ofício, rapidamente cresce na cidade, com a abertura de outros pontos de venda e, em cerca de 15 anos de atividade, atinge a liderança do mercado da óptica, a nível regional.

Em 2011 dá-se a entrada da Alberto Oculista no Algarve, que resultaria de um processo de aquisição. Hoje conta com 14 lojas no distrito algarvio e a breve prazo atingirá as 16 portas abertas. Em todo o País atualmente conta com 50 lojas.

OA – Em que zonas estão instaladas essas lojas? 

MC – As 50 lojas que compõem a rede Alberto Oculista estão situadas nas Regiões Autónomas da Madeira e Açores, Distrito do Algarve, Lisboa e grande Lisboa, na Figueira da Foz, Coimbra, Viseu e ainda Madrid.

OA – Estando num ramo tão competitivo e com tanta concorrência, em que se destaca, quais são as grandes mais-valias que apresenta aos seus clientes?

MC – Poderia falar dos produtos e dos serviços que a empresa Alberto Oculista oferece aos seus clientes. Trabalhamos as melhores e mais reconhecidas marcas do mercado e com aquilo que nós próprios orgulhosamente comunicamos a nível nacional, seja na rádio, nos jornais ou mesmo nas televisões nacionais, “o melhor e mais rápido serviço” que o mercado oferece.

No entanto, aquilo que acredito ser a nossa base de diferenciação, a génese, a origem da nossa diferença no mercado será a paixão com que trabalhamos e a forma como queremos estar próximos das pessoas, como recebemos os nossos clientes, como os acompanhamos no dia a dia.

Queremos fazer parte da vida dos nossos clientes e das pessoas em geral e, também por isso, investimos em inúmeras ações de solidariedade social. Acreditamos que qualquer empresa faz parte de uma sociedade e que, se todos juntos fizermos um pouco em prol da nossa comunidade, então estamos mais próximos de ter uma sociedade mais justa, mais equilibrada e mais solidária. Ora, com isto, o mundo fica ainda mais bonito, torna-se um local ainda melhor para viver.

OA – De que forma procuram estabelecer e desenvolver a vossa relação com os clientes, no sentido de fidelizá-los (por exemplo, ao nível de promoções, passatempos e vantagens para os clientes que utilizam com frequência os vossos serviços)?

MC – Nós temos a confiança dos nossos clientes. Sentimo-nos agradecidos por isso e, de certa forma, também orgulhosos, porque será um sinal de que estamos a fazer bem o nosso trabalho. Temos uma postura comercial que visa criar e proteger uma relação a longo prazo. Para nós, um cliente de primeira vez será um cliente para sempre. Tudo faremos para conquistar essa confiança. Estamos a falar de ofertas promocionais, cartões de fidelização, um serviço que é o melhor e o mais rápido do mercado e outros fatores que levam a que possamos exceder as expetativas dos nossos clientes.

OA – Em termos gerais, considera que os portugueses têm os cuidados que deviam ter com a sua visão, ao nível da prevenção, através da utilização de óculos que protejam os olhos dos perigos do dia-a-dia e da realização frequente de rastreios,  ou apenas se preocupam com esses aspectos quando já não têm outra opção?

MC – É o tema recorrente. Acredito que temos dado passos muito importantes na sensibilização das pessoas para os malefícios de uma deficiente proteção do ser humano.

Um excelente exemplo será aquilo que se fez com os cuidados a ter com a nossa pele. Hoje em dia, de forma geral, podemos considerar que todos estamos cientes daquilo que temos que fazer para proteger a nossa pele e como o fazer. Ora, os nossos olhos carecem da mesma ou mais proteção que a nossa pele. São órgãos importantíssimos no nosso dia a dia e que têm que ser cuidados com muito respeito. Já se imaginou a fazer o seu dia a dia sem a sua visão? Pois bem, experimente fechar os seus olhos durante 5 segundos e imagine o seu mundo assim.

É fundamental a utilização de óculos de sol devidamente certificados na sua qualidade durante o verão, para crianças e adultos de todas as idades, durante o Verão ou mesmo durante o Inverno. Os perigos não habitam apenas nos dias de maior exposição solar, como sabemos.

É também muito importante fazermos um rastreio todos os anos para que possamos detetar a tempo alguma situação menos boa e que se possa corrigir o quanto antes. É muito importante que se tenha isso em conta e fará a diferença plena na nossa rotina diária.

OA – Para além desses, que outros conselhos essenciais daria, em termos de protecção e prevenção dos olhos?

MC – Utilizar óculos de sol sempre que saímos à rua é fundamental, ainda para mais numa região como o Algarve. Em todas as idades. Depois, uma consulta anual de oftalmologia e de optometria assegura que estamos na plenitude da nossa capacidade a nível visual, seja a nível patológico (doenças dos olhos), seja a nível de excelência de visão, pois, muitas vezes as pessoas entram nas lojas a dizer que vêm bem mas na verdade já não se lembravam o que significava ver bem. Ora, isto faz toda a diferença na condução, no computador, nos trabalhos manuais, etc.

OA – Que projectos têm para o futuro?

MC – O projeto Alberto Oculista está focado sempre no mesmo fator: o seu cliente. O nosso propósito é continuar a trabalhar para que consigamos continuar a merecer a confiança dos nossos clientes. Nada há mais importante que isto. Tudo o resto é secundário.

Se continuarmos a fazer um bom trabalho na conquista da confiança dos nossos clientes tudo o resto irá surgir por consequência. Temos muita vontade de continuar a dotar as nossas lojas de todas as ferramentas necessárias para que as pessoas continuem a escolher a Alberto Oculista. Queremos que uma visita a uma loja Alberto Oculista signifique o concretizar de uma experiência que faz com que as pessoas tenham vontade em falar de nós ao jantar, em casa, com a família. É esta a nossa razão de existir.

Partilhar: