Se, inspirado por algumas histórias de sucesso de que ouviu falar, está a pensar avançar para a criação de um site ou de um blog e, por essa via, ganhar muito dinheiro, saiba que é muito provável que as coisas não sejam tão fáceis como imagina.

Prepare-se para trabalhar 12 ou 16 horas por dia sem, durante um período razoável de tempo, ganhar um euro que seja. Ponha como objectivo ser o melhor – ou um dos melhores – na sua área pois só assim conseguirá o prestígio, reconhecimento e credibilidade que, mais tarde, hão-de, então, trazer-lhe algum dinheiro. Se, entretanto, pelo caminho, tiver um ou dois golpes de sorte, ainda melhor.

Basicamente, foi desta forma que Janine Medeira atingiu um lugar de relevo na área dos blogs de poupança, com o seu Poupadinhos e com Vales a ganhar o título de melhor do ano na sua categoria e a ter uma série de marcas ansiosas por pagar-lhe para que dê visibilidade aos seus produtos.

No decorrer da mais recente edição da Beta Talk, que, mensalmente, leva empreendedores a falar do seu percurso ao Teatro Municipal de Portimão, Janine Medeira assumiu que sempre se interessou pelo tema da poupança, queria saber onde era possível comprar produtos mais baratos e como conseguir vales e cupões de descontos.

À medida que a informação lhe chegava ia dando as dicas aos amigos, através do seu mural do Facebook. Às tantas, para não se estar a repetir vezes sem conta, criou um grupo secreto só para isso. Ao constatar que havia um interesse muito maior do que imaginava pelo tema, resolveu criar um blog, onde conseguisse ‘arrumar’ melhor todo o material.

O blog surgiu em 2012, altura em que as pessoas, massacradas pela crise, queriam saber de que formas podiam esticar ao máximo o seu dinheiro, pelo que o timing foi perfeito, o Poupadinhos e com Vales acabou por ser “a coisa certa no momento certo”. Ainda por cima, exactamente no dia em que lançou o blog, surgiu-lhe o primeiro grande golpe de sorte: participou numa rubrica da SIC sobre economia e o número de seguidores no Facebook disparou, dando, com isso, ‘combustível’ para que o blog começasse a ‘carburar’ a alta velocidade.

Ainda assim, falar de sorte é capaz de ser um pouco forçado. É que “não partiu da SIC a iniciativa de me convidarem, fui eu que os contactei a dizer que seria interessante ir ao programa falar de como as pessoas podiam poupar, através de vales e descontos”.

Acontece que, por muito valiosa que fosse a exposição mediática através da televisão, o blog rapidamente teria morrido se não se tivesse dedicado de forma quase obsessiva a ele. Nos primeiros meses não retirou qualquer proveito financeiro, mas, ainda assim, ficava com frequência a trabalhar até às “4 da madrugada e depois tinha que me levantar por volta das 7 ou 8 da manhã” para ir ganhar a vida como formadora na área do turismo.

Mas, como o blog continuou a crescer e, por muito empenho e boa vontade que se tenha, não é possível fazer com que cada dia se estenda por mais de 24 horas, em determinada altura, teve que optar por largar as outras obrigações profissionais que tinha e dedicar-se a ele a tempo inteiro.

Até agora não está arrependida da opção tomada, antes pelo contrário. Mensalmente, o blog conta com mais de 600 mil visitas, o que atraiu as atenções de muitas empresas que lhe pagam para chegar a esses consumidores e, assim, lhe permitem viver de algo que adora fazer.

Depois de ver o seu Poupadinhos e com Vales ganhar o título de melhor blog do ano na sua categoria, lançou o livro “Ser feliz não é caro”, que está agora a promover, e recebeu a proposta de representação por parte da Blog Agency, uma empresa que faz o agenciamento de alguns dos principais blogs do país.

Seguindo o lema de trabalhar para superar sempre as expectativas, foi lançando novas secções e, embora o core business do blog continue o mesmo de sempre, tem o seu âmbito mais alargado, sendo hoje muito mais do que um repositório de informações sobre vales e descontos de supermercados.

Com a visibilidade e o reconhecimento que foi ganhando ao longo destes anos, começa agora a apostar muito mais na sua imagem e no estatuto de opinion maker. A inclusão, cada vez maior, de vídeos no blog é outra das estratégias que já está a seguir e que vai incrementar nos próximos tempos.

Partilhar: