Joaquim Costa e Ricardo Sena foram os convidados deste mês do Beta Talk Portimão, uma iniciativa mensal que coloca empresários e empreendedores a falar sobre as suas experiências e desafios profissionais.

A sessão realizada este Sábado, 16 de Dezembro, teve como palco a incubadora de empresas Startup Portimão, instalada em pleno Autódromo Internacional do Algarve.

Joaquim Costa fez uma apresentação do seu mais recente projecto, a Guestbind – Software de comunicação, uma aplicação através do qual pretende disponibilizar a “automatização de todos serviços que os clientes de unidades hoteleiras precisem”.

A aplicação encontra-se praticamente concluída e vai, agora, entrar em fase de testes junto de um hotel da zona, de forma “a testar possíveis erros e proceder a melhorias”. O seu lançamento deverá acontecer em Janeiro do próximo ano, sendo gratuito para os utilizares e cobrando a empresa uma determinada verba mensal aos hotéis que adiram ao serviço.

O outro convidado desta edição foi Ricardo Sena, que apresentou a sua empresa, a WKT–Sistemas de Informação, que tem como função a utilização de sistemas de informação geográficas para a construção de soluções informáticas com diversos tipos de utilização.

Uma das ‘ferramentas’ construídas é um sistema colocado à disposição das autarquias e serviços de protecção civil, que nele fazem o reporte de tudo o que acontece nas zonas litorais, em especial derrocadas, o que serve para, depois, os serviços competentes decidirem que tipo de intervenções vão ser levadas a cabo, com que urgência e prioridades.

As duas empresas estão instaladas na Startup Portimão, que, em cerca de três meses, já conta com um total de 14 projectos incubados. Depois de ouvirem os dois empreendedores, os participantes nesta Beta Talk visitaram o espaço e, como bónus, até tiveram oportunidade de participar numa corrida de “karts”, no Kartódromo Internacional do Algarve.

Artigos relacionados:

De fuzileiro a empreendedor

Intervenção da Troika levou funcionário público a tornar-se empresário

Partilhar: