O executivo da Câmara Municipal de Lagos aprovou na ultima reunião a transferência de 11.000 € para a AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve no âmbito da comparticipação no “Plano de Recuperação Económica do Algarve”.

Esta medida insere-se numa estratégia regional de combate aos efeitos nocivos provocados pela pandemia COVID-19 na economia algarvia, contendo ainda serviço de consultadoria em instrumentos de financiamento e revitalização económica.

A elaboração deste novo plano resultou da sua deliberação e aprovação pelo Conselho Intermunicipal da AMAL, composta pelos 16 Presidentes de Câmara do Algarve, que teve lugar a 3 de julho. Dessa reunião foi apresentado o encargo global de trabalhos em cerca 140.835 €, repartidos pelos municípios, cabendo a Lagos a contribuição com o montante de 11.000 €.

“O desenvolvimento deste plano de recuperação económica surge numa altura emergente e desafiante para a região cuja atividade turística foi fortemente afetado pela pandemia”,  sublinha a autarquia em comunicado. O espírito colaborativo entre os vários municípios, base da missão da AMAL em potenciar o desenvolvimento do Algarve, permitirá “a elaboração deste plano estratégico cujo objetivo principal é encontrar instrumentos para minimizar as consequências negativas do atual período de pandemia na economia e sociedade da região”.

 

Câmara Municipal de Lagos

Partilhar: