Autarquia atribuiu também equipamentos de proteção individual a instituições sociais do concelho e montou estrutura de retaguarda para acolhimento de doentes em caso de necessidade

O Presidente da Câmara Municipal de Faro procedeu esta sexta-feira (17) à tarde à entrega de quatro bicicletas elétricas à Unidade de Saúde Familiar (USF) Ossónoba, do Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) Central.

Com este investimento, avaliado em cerca de 4.515,00 euros, o objetivo é que os profissionais de saúde afetos àquela unidade possam passar a usar este meio de transporte nas saídas para apoios domiciliários a doentes do concelho. Paralelamente, o Município cedeu ainda uma viatura automóvel para estar ao serviço da Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Faro, Rogério Bacalhau, este serviço de apoio domiciliário – que inclui entrega de medicamentos, mudanças de pensos ou acompanhamento de doentes – já fazia “uma média de 380 visitas por mês”, sendo a maior parte na cidade de Faro. “No entanto, as viaturas que existiam tinham de ser partilhadas entre todas as unidades e muitos profissionais até já usavam as suas próprias bicicletas para fazer estas deslocações domiciliárias”, referiu o autarca. Com as novas viaturas, que foram escolhidas pelo próprio serviço, “o número de visitas poderá chegar às 700”.

Também Sílvia Cabrita, diretora executiva do ACeS Central, garante que este é um projeto “inovador” na região e no País e que “foi acolhido com muito entusiasmo” pela equipa da USF, constituída por seis médicos e seis enfermeiros. “Nesta fase, os cuidados de saúde são muito importantes e com este apoio, podemos evitar que as pessoas se desloquem tanto ao centro de saúde, o que também é um objetivo”, destaca. Já a partir da próxima semana, as bicicletas vão começar a ser usadas pelas equipas da USF Ossónoba.

O Presidente da Câmara Municipal aproveitou ainda para visitar o Pavilhão Municipal da Penha, onde já foram instaladas 50 camas para resposta de retaguarda às comunidades, que visam, caso exista essa necessidade, aliviar as unidades de saúde. Concomitantemente estão a ser instaladas outras 50 camas no ginásio-sede do Sporting Clube Farense com o mesmo fim. O investimento municipal realizado para o efeito foi de cerca de 20.910,00 euros. Também na operação de adaptação do Pavilhão do Farense, o Município contribuiu com cerca de 1.100 euros em material e arranjo diversos nos balneários.

O Presidente da Câmara Rogério Bacalhau, acompanhadodo Vereador com o pelouro do Desenvolvimento Social, Carlos Baía, procedeu ainda, esta sexta-feira, à entrega de equipamentos de proteção individual à Santa Casa da Misericórdia de Faro, tendo-se seguido várias outras instituições como a ERPI Semear Afetos, a Casa de Santa Isabel, o Refúgio Aboim Ascensão, o CASA, a Associação de Proteção à Rapariga e à Família, o MAPS, Banco Alimentar contra a Fome, GATO, Cáritas e outras.

Trata-se de mais um esforço da autarquia para dotar as respostas sociais do concelho com este tipo de equipamentos, procurando proteger aqueles que, por força da sua idade ou condição de saúde se encontram mais vulneráveis.

Partilhar: