O grupo Lusíadas Saúde está a desenvolver um processo de reestruturação das unidades que possuiu no Algarve, que passou pela contratação de três novos profissionais, que passam a assegurar as direções geral, clínica e de enfermagem.

 À frente da direção-geral foi colocado André Pinto, de 37 anos de idade. É licenciado em Ciências Farmacêuticas, pela Universidade de Coimbra, e tem uma pós-graduação em Gestão de Serviços de Saúde, pelo ISCTE e conta com mais de 10 anos de experiência na área de gestão, tendo passado por várias empresas nacionais e internacionais.

O neurocirurgião Gonçalo Neto d’Almeida assume a direção clínica de todas as unidades da região. Este médico conta com quase 20 anos de experiência e foi condecorado pela administração norte-americana pelo apoio médico e cirúrgico prestado aos elementos das Forças Especiais feridos no Afeganistão, em 2011. Colabora com a Lusíadas Saúde há 10 anos, sendo ainda docente universitário e promotor de diversas ações de formação clínica reconhecidas a nível internacional.

A direção de enfermagem das unidades Lusíadas Saúde no Algarve passa a estar a cargo de Nádia Barbosa. Com 33 anos de idade e 11 de prática de enfermagem, Nádia Barbosa está neste momento a concluir um Master Executive em Gestão Empresarial.

Em comunicado, o CEO da Lusíadas Saúde, Vasco Antunes Pereira, diz que este processo de reestruturação “assenta nos quatro pilares estratégicos da empresa: excelência clínica, melhor experiência para o cliente, desenvolvimento do capital humano e eficiência e sustentabilidade.”

Partilhar: