A Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos publicou, esta sexta-feira, em Diário da República, o aviso de abertura de concurso para adjudicação da empreitada de dragagem de manutenção do porto de Lagos.

Aquela entidade pretende gastar o valor máximo de 335.075 euros à empresa que vença o concurso e que, dessa forma, assuma o compromisso de proceder à dragagem de sedimentos, transporte e sua imersão, no porto de Lagos.

A partir daquela data, as empresas interessadas têm um prazo de 9 dias para apresentarem as respetivas propostas. O critério de escolha terá como critérios o preço apresentado (que vale 60%) e a valia técnica (40%).

Uma vez adjudicados, os trabalhos deverão ficar concluídos no prazo máximo de 4 meses.

Partilhar: