Numa altura em que muito se ouve falar no conceito de coaching, vale a pena ressalvar que este termo também está presente no mundo empresarial. Existindo profissionais vocacionados para esta área, como é o caso do coach empresarial Helder Gonçalves, representante da empresa ActionCoach no Algarve, que explica tudo sobre este fenómeno.

O Algarve (OA) – O que é o coaching empresarial?

Hélder Gonçalves (HG) – O Coaching Empresarial de uma forma prática é um treino de negócios, onde os empresários são os atletas que estão dispostos a percorrer e a atingir as suas metas e objetivos nas empresas. O termo coaching, deriva do desporto, daí esta analogia, tal como num campo desportivo existe um coach – o treinador e o(s) coachee(s), neste caso os empresários a serem treinados. E o campo transforma-se numa empresa, que é o cenário de fundo para o processo de coaching, onde muitas vezes também a equipa e os seus colaboradores, também são treinados. De uma forma geral, podem treinar-se competências empresariais, comportamentos, estratégias ou aplicação de determinadas ferramentas que facilitem e desenvolvam o trabalho interno nas empresas.

OA – Que tipo de acompanhamento desempenha um coach empresarial?

HG – Um coach empresarial tem como principal função orientar os empresários na procura das melhores soluções e estratégias para alcançarem os seus objetivos nas empresas, é um facilitador nesse processo. O coach não faz o trabalho pelo coachee ajuda-o, antes, a refletir e a encontrar o caminho mais simples e eficaz para atingir as suas metas. A marca ActionCOACH utiliza uma metodologia que assenta numa escadaria de seis passos: 1º passo – Controlo, 2º passo – Nicho, 3º passo – Alavancagem, 4º passo – Equipa, 5º passo – Sinergias e 6º passo – Resultados.

Primeiramente, a abordagem é iniciada com um diagnóstico global à empresa, através de um questionário específico, são observados os pontos a serem trabalhados. De seguida, estipula-se um Programa de Coaching à medida das verdadeiras necessidades dos empresários e da empresa. Começa-se com uma reunião de posicionamento e outra de alinhamento para definir o caminho a ser seguido e estruturar o trabalho.

OA – Que benefícios tem o acompanhamento de um coach empresarial no desenvolvimento de uma empresa?

HG – Um coach empresarial é alguém exterior à empresa, com uma visão diferente da do empresário, isto é, o coach não está dentro da empresa diariamente a ser influenciado sobre a pressão de todos os fatores que alimentam ou desencadeiam o negócio. Ele pode descomplicar e decompor as situações de forma diferente do empresário por estar de fora. Assim essa perspetiva ganha relevo na medida que é menos emocional e mais objetiva. Um coach empresarial ajuda a clarificar as situações e urgências que parecem não ter uma solução aparente. Orienta o empresário nas estratégias mais adequadas à empresa, procurando soluções práticas e um posicionamento ajustado. Estimula e motiva o empresário para o sucesso.

Ao ocorrer essa forma de estar, o funcionamento da empresa ganha balanço e todo a organização fica cada vez mais funcional e mais direcionada aos objetivos propostos. O planeamento estratégico também é um ponto muito importante a ter em conta. O trabalho na área de comportamentos empresariais e hábitos mais saudáveis e produtivos, é igualmente outro beneficio a acrescentar neste acompanhamento.

OA – No seguimento do workshop “A Visão e a Missão  no Mundo Empresarial”, porque é que os empresários e empreendedores em geral deveriam aderir a esta iniciativa?

HG – Neste workshop vamos abordar a importância de estruturar uma Visão mais profunda e a longo prazo dos objetivos máximos que os empresários gostariam de alcançar. Pensando nas suas metas finais, vamos verificar como pode ser desenhado esse caminho tão desejado.

Muitas vezes é esquecido o propósito final para o qual uma empresa foi criada. E passamos a trabalhar as rotinas maquinalmente sem dar relevo a uma missão com esse propósito. Outra razão é verificar se os valores da empresa estão a ser bem percecionados quer pelos colaboradores, quer pelos públicos-alvo no mercado. E que feedback existe sobre esses valores. Vamos assim desenvolver um mapa que nos guia nestes aspetos fundamentais.

OA – Que conselhos deixa a quem está a considerar iniciar o seu próprio negócio?

HG – Uma empresa é uma entidade que carece de muita atenção e organização, bem como de planeamento. Criar uma empresa, envolve uma grande responsabilidade e representa uma tarefa diária no seu seguimento e acompanhamento. Aposte numa área que domina e pela qual tem verdadeira paixão, este passo irá facilitar todo o trabalho seguinte. Procure informar-se de como deve iniciar a sua atividade, junto de associações empresariais locais, ou entidades governamentais que apoiem os empresários. Procure também formação adequada. Analise o mercado, de modo, a verificar se a sua ideia de negócio é viável economicamente. Uma empresa é gerada para ser lucrativa!

Algumas características que considero fundamentais como empreendedor: resiliência, paixão, acreditar em si próprio, ter objetivos claros, organização e educação.

O workshop “A Visão e a Missão no Mundo Empresarial” será extremamente prático e os empresários terão todas as suas questões respondidas. Para consultar o programa e realizar a sua inscrição, clique neste link https://visao.eventbrite.pt. O workshop irá realizar-se esta quinta-feira, dia 13 de fevereiro pelas 18h, no Museu de Portimão. Esta é uma iniciativa gratuita para empresas.

 

 

Partilhar: