A organização da 3ª edição do Forum INTREPIDA, que decorreu nos dias 21 e 22 de outubro, em Loulé, considera que o evento “alcançou resultados muito positivos, de acordo com a satisfação expressa por todas as empresárias participantes, bem como pelas entidades que nele intervieram.”

As cerca de 60 empresárias portuguesas e espanholas que participaram no fórum reforçam a importância destes encontros que propiciam o contacto e o intercâmbio de ideias e experiências, fomentando assim estratégias de colaboração entre elas. Diversas empresárias andaluzas avaliam agora a possibilidade de expandir os seus negócios ao mercado português, especialmente no setor ecológico e bio.

José Manuel Cervera, Diretor da Fundação Três Culturas do Mediterrâneo, destaca “a importância da instituição na aproximação dos países, das culturas e das diferentes formas de pensar no mundo dos negócios. Principalmente depois de ter sido concedida uma extensão do projeto INTERREG POCTEP Espanha – Portugal, agora sob o nome INTREPIDA+”.

No decorrer do Forum, Eduardo Serra, Diretor da Câmara de Comércio Luso-Espanhola, apresentou dados interessantes sobre o fluxo de negócios entre os dois países, e identificou as ferramentas que disponibilizam aos empreendedores para a sua internacionalização empresarial.

Também Francisco Serra, presidente da CCDR Algarve, insistiu na relevância da Euro-região Algarve-Andaluzia-Alentejo como um projeto conjunto, gerido pelos governos das três regiões, com o objetivo de promover o desenvolvimento económico e social de forma conjunta.

Madalena Feu e Carolina Travassos, representantes do IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional e da IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, respetivamente, destacaram a gestão feminina das empresas como fator diferenciador, que já provou ser a chave para a sobrevivência a longo prazo de projetos empresariais.

O projeto INTREPIDA (Internacionalização das Empresárias de Espanha e Portugal para a Inserção, Desenvolvimento e Alianças) é uma iniciativa inserida no INTERREG Espanha-Portugal (POCTEP 2014-2020) e financiada com Fundos FEDER da União Europeia.

O seu objetivo é aumentar a competitividade empresarial das PME geridas por mulheres no território transfronteiriço da Andaluzia, Algarve e Alentejo, promovendo a sua internacionalização através de novos modelos de cooperação e desenvolvimento de negócios.

A Fundação Três Culturas do Mediterrâneo é o principal promotor deste projeto, em conjunto com diversos parceiros em Espanha e em Portugal: FUECA – Fundação Universitária Empresa da Província de Cádis, Disputación de Huelva, REGIOTIC – Ninho de Empresas de Loulé, NERPOR – Associação Empresarial da Região de Portalegre e do NERE – Núcleo Empresarial da Região de Évora.

Partilhar: