A Docapesca concluiu a empreitada de reabilitação do pavimento do percurso de empilhadores da lota do porto de pesca de Vila Real de Santo António, no âmbito da melhoria das características físicas, de higiene, segurança e ambientais da lota, onde são realizadas ações de receção e primeira venda de pescado fresco após desembarque.

Durante o decorrer dos trabalhos, a Docapesca assegurou a laboração da lota, com um leilão no período da manhã e a receção de pescado fresco. Para garantir o normal funcionamento destes serviços e as condições de higiene e segurança alimentar, os trabalhos foram desenvolvidos apenas no período da tarde.

Com 14 milhões de euros, a lota de Vila Real de Santo António foi, em 2019, a que registou o maior valor em vendas de pescado no Algarve, o que representou um crescimento de 7,6% face ao ano anterior. Relativamente à quantidade de pescado transacionado, Vila Real de Santo António foi a quinta maior da região, com 1,3 mil toneladas (+11,1%).

Ainda em 2019, a Docapesca obteve a extensão da certificação do sistema de gestão da segurança alimentar da lota de Vila Real de Santo António, segundo o referencial ISO 22000:2005.

A Docapesca – Portos e Lotas, S.A. é uma empresa do Setor Empresarial do Estado tutelada pelo Ministério do Mar, que tem a seu cargo, no continente, o serviço da primeira venda de pescado e o apoio ao setor da pesca e respetivos portos, dispondo de 22 lotas e 37 postos.

Partilhar: