O Instituto Nacional de Estatística (INE) estima que, em fevereiro, os custos de construção de habitação nova tenham aumentado 2,2%, menos 0,2 pontos percentuais (p.p.) que em janeiro.

O preço dos materiais e o custo da mão-de-obra apresentaram, respetivamente, variações de 1,0% e de 4,0% face ao mesmo período do ano anterior.

De acordo com aquele organismo, no mês em análise, o custo da mão de obra contribuiu com 1,6 p.p. para a formação da taxa de variação homóloga do ICCHN. Já a componente dos materiais contribui com 0,6 p.p. para a variação de 2,2%.

Partilhar: