A tradição do Banho 29 foi recordada, esta Terça-feira, em Lagos, levando milhares de pessoas à zona do Cais da Solaria, não só para assistirem ao mergulho no mar levado a cabo por alguns corajosos como ao vasto conjunto de iniciativas que aí decorreram ao longo do dia e da noite.

Um dos momentos altos foi a actuação do cantor popular Quim Barreiros, que, com a sua boa disposição, cativou a numerosa assistência que tinha à sua frente.

Outra das iniciativas mais marcantes foi o tradicional Desfile e Concurso do Trajes de Banho Tradicionais, em que se mostrou como é que a geração dos nossos avós andava na praia. O evento contou com forte adesão de pessoas que ainda viveram essa época, mas também com participantes de outras gerações, incluindo algumas crianças, cujos pais, pelos vistos, começam desde muito cedo a incutir-lhes o gosto pelo passado e pelas tradições.

O evento foi organizado pela Câmara de Lagos, que contou com a colaboração do núcleo local da Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve (ACRAL), do Moto Clube de Lagos, da Associação dos Artesãos do Barlavento e da Rádio Utopia.

No final do desfile, a presidente da Câmara de Lagos, Joaquina Matos, admitiu que o evento lhe fez recordar episódios da sua juventude, em que ainda se deparou com este tipo de excursões à praia, a 29 de Agosto, por parte de pessoas que moravam no campo e na serra.

Tinha cerca de 11 anos e, na altura, vivia em Portimão, quando começou a assistir a estes episódios, “de grupos de pessoas a chegarem à praia ao fim da tarde, de carroças enfeitadas e muita animação, para fazerem os seus piqueniques e tomarem banho.” Muitas das senhoras envergavam as suas combinações, enquanto que os homens usavam ceroulas. Lagos é um dos concelhos algarvios que mais assistiu a este fenómeno e, através deste evento, que já dura há bastantes anos, pretende-se “recordar esses tempos e tradições.”

Um dos parceiros importantes do Banho 29 – que envolveu também iniciativas como a demonstração de jogos tradicionais e uma curiosa danças de alforrecas – foi a delegação de Lagos da ACRAL. A sua coordenadora é Sandra Oliveira, que  destaca o apoio recebido de “42 comerciantes locais”, os quais fizeram questão de, através da associação, patrocinar muitos dos prémios que foram entregues aos participantes no desfile.

Para além de organizar o desfile e ser responsável pela vertente dos jogos tradicionais, a ACRAL envolveu-se em toda a logística e, juntamente, com os outros parceiros, contribuiu para que vários milhares de pessoas tivessem a possibilidade de passar bons e divertidos momentos, assistindo a espectáculos bem pouco habituais.

Partilhar: