O Centro de Congressos do Arade, situado no Parchal (concelho de Lagoa) vai receber o 15º Congresso dos Arquitetos, nos dias 25, 26 e 27 de Outubro.

O evento, que se realiza pela primeira vez na região algarvia, conta com a participação do primeiro-ministro, António Costa, na sessão de inauguração, e do ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, no encerramento.

Tendo como tema central “O Património Arquitectónico e Paisagístico”, o 15º Congresso dos Arquitetos não se esgota no tema central proposto e durante os três dias do encontro serão igualmente abordados outros temas. A saber: O ordenamento e valorização do território, a reabilitação do património arquitectónico e paisagístico e a prática profissional dos arquitectos.

O Congresso dos Arquitetos, que se realiza de três em três anos em pontos sempre diferentes do país tem, este ano, uma estrutura de participação diferente da adoptada em edições anteriores e inaugura duas novas modalidades de participação, além das habituais moções, recomendações e comunicações: o debate temático e o debate transversal, com vista ao envolvimento não só destes profissionais mas também de outras entidades ou profissões ligadas ao exercício da arquitectura que pretendam intervir e contribuir activamente para a reflexão dos temas.

O 15º Congresso arranca no dia 25 de Outubro com uma conferência do arquitecto espanhol Emílio Tuñón, da Tuñón Arquitectos, distinguido em 2014 pelo Governo de Espanha com a Medalha de Ouro de Mérito nas Belas-Artes.

A Fundación Docomomo Ibérico e o Conselho Internacional dos Arquitetos de Língua Portuguesa estarão entre os vários convidados do Congresso, estando planeadas, no dia 26 de outubro, reuniões de trabalho das duas organizações internacionais.

Integra ainda o programa desta iniciativa a cerimónia de entrega de título de membro honorário da Ordem dos Arquitetos ao Conselho Superior dos Colégios de Arquitectos de Espanha (CSCAE).

O Centro de Congressos do Arade manterá a decorrer em paralelo durante os três dias deste evento, numa data em que se celebra o Ano Europeu do Património Cultural, um programa de actividades sociais e culturais, nas quais se inserem visitas, exposições, cinema e uma feira de materiais.

Partilhar: