A rede Cash Express, que vende produtos não alimentares em segunda mão, anuncia ter faturado um milhão de euros na sua loja de Portimão, a única que o grupo tem a funcionar no Algarve.

Por esta loja, que abriu em 2014já passaram mais de 50 mil clientes, foram comprados para venda em segunda mão cerca de 500 mil artigos e já foram vendidos cerca de 300 mil produtos.

Estes resultados levam Christophe José, master franchising em Portugal da Cash Express, a concluir que “a marca tem um potencial de crescimento e de expansão bastante forte, já que o país está a dar os primeiros passos no mercado de produtos de segunda mão, comparativamente com o resto da Europa que apresenta um ciclo de maturidade muito superior nesta área de negócio”.

Em face disso, a empresa anuncia, em comunicado, ir “iniciar o processo de expansão, com abertura de mais lojas no Algarve”.

A Cash Express é um conceito em regime de franchising com mais de 125 lojas distribuídas pela Bélgica, França e Portugal (Portimão e Coimbra). Teve o seu início em França em 2002 por 12 empresários que, em conjunto, definiram este conceito de loja de compra e venda de artigos em segunda mão.

Partilhar: