Ao longo do ano passado, a Câmara de Monchique atribuiu um total de 40 cheques-bebé, de valor unitário de 500 euros aos jovens pais do concelho. No total, a autarquia investiu, portanto, por esta via, 20 mil euros em novos habitantes, verba essa que é utilizada pelas famílias em compras no comércio local.

Trata-se, diz o presidente da Câmara, Rui André, de um apoio que tem como objectivo tornar mais atractiva a fixação de jovens casais no concelho. E, ao que parece, tem resultado, uma vez que “o número de cheques-bebé que temos vindo a entregar tem aumentado, nos últimos anos”.

Mas este, acrescenta o autarca, é apenas um dos vários instrumentos integrados num autêntico ‘pacote’ de apoios às famílias. Isto porque, “também asseguramos os transportes escolares aos alunos e os manuais; quando, mais tarde, vão estudar para Portimão, pagamos o passe e quando vão para a universidade pagamos bolsas de estudo”, diz Rui André.

Outra vertente que merece a atenção da edilidade é a habitação, disponibilizando diversas facilidades às jovens famílias. “Facultamos apoio para a compra de uma habitação, damos o projecto e licenciamentos gratuitos”, refere o autarca. Para além disso, “criámos também um quadro fiscal de apoio, baixando as taxas de IMI e a participação no IRS”.

Partilhar: