A Câmara de Portimão está a preparar o processo que há-de levar ao lançamento, no primeiro semestre do próximo ano, de um novo concurso internacional para a concessão da exploração do serviço de transporte urbano do concelho, o Vai e Vem.

No decorrer de uma sessão integrada no programa da Semana Europeia da Mobilidade, foi dado a conhecer o essencial do Plano Operacional de Transportes para aquela rede, que está a ser elaborado e que servirá de base para o concurso.

No essencial, pretende-se melhorar o serviço que já existe, fazendo alterações em algumas rotas, de forma a que seja o mais rápido possível ir do ponto de partida ao de chegada.

Por outro lado, pretende-se aumentar substancialmente o número de locais onde seja possível adquirir títulos de transporte – bilhetes, carteiras de bilhetes e passes – que permitam viajar nos Vai e Vem.

Um dos problemas com que os utilizadores mais se deparam é com a pouca informação que existe ao nível dos horários. Uma das ideias para minorar essa lacuna – para além da colocação de horários nas paragens – vai ser a disponibilização de uma aplicação para telemóvel, que permita com que, acedendo a ela, alguém que esteja numa determinada paragem saiba quantos minutos vai ter de esperar pelo próximo Vai e Vem.

No decorrer desta sessão ficou também a saber-se que a Câmara de Portimão gasta, anualmente, cerca de 1 milhão de euros para manter este serviço e que os autocarros que o integram fazem a média de 1,2 milhões de quilómetros por ano e transportaram em 2017 um total de 1,18 milhões de passageiros.

Partilhar: