A Câmara de Loulé aprovou a atribuição de um montante de 447.900 euros a 30 instituições particulares de solidariedade social do concelho (e entidades similares), de forma a apoiar os seus projetos e atividades.

Este apoio às IPSS será canalizado para áreas como o desenvolvimento das respostas/atividades sociais a cargo da instituição, manutenção e conservação dos edifícios, bem como para o apetrechamento de materiais e equipamentos.

À semelhança do que acontece com os contratos-programa de âmbito desportivo e cultural, estes apoios foram precedidos de candidaturas efetuadas pelas instituições e que posteriormente foram analisadas pelos serviços técnicos da Autarquia, de acordo com determinados critérios, entre os quais, o número de utentes e os projetos desenvolvidos.

As associações que irão receber este apoio são: Associação Social e Cultural de Almancil, ASMAL – Associação de Saúde Mental do Algarve, Associação de Bem Estar dos Amigos de Querença, Associação Akredita em Ti, Associação Humanitária de Doentes de Parkinson e Alzheimer, DOINA – Associação de Imigrantes Romenos e Moldavos do Algarve, Associação Esperança e Paz, Associação Poeta Aleixo, Associação Pró-Beneficência de Alte, Associação Social para o progresso e bem-estar da freguesia de Benafim, Associação Social e Cultural da Tôr, Casa da Primeira Infância, Casa do Povo do Ameixial, Centro de Animação e Apoio Comunitário da Freguesia de Alte, Centro Apoio Criança Quarteira, Centro Comunitário Vale Silves, Centro Paroquial de Quarteira, Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação Faro / Loulé, EXISTIR – Associação para Intervenção e Reb. Populações Deficientes e Desfavorecidas, Fundação António Aleixo, Grupo de Amigos de Salir, Instituição de Solidariedade Social da Serra do Caldeirão, Núcleo de Loulé da Liga dos Combatentes, MAPS – Movimento de Apoio à Problemática da Sida, Nova Terra – Cooperativa de Habitação e Construção Económica de Loulé CRL, NT Social – Cooperativa de Solidariedade de Loulé, CRL, Santa Casa da Misericórdia de Boliqueime, Santa Casa da Misericórdia de Loulé, UNIR – Associação dos Doentes Mentais, Famílias e Amigos do Algarve e Colégio Origami, CRL.

Partilhar: