Os créditos concedidos pelas instituições financeiras às empresas totalizaram, em junho, 72,179 milhões, o que representa uma diminuição quer em relação o valor do mês anterior (72,847 milhões), quer em relação a junho do ano passado (74,806 milhões), revela hoje o Banco de Portugal, no seu Boletim Estatístico.

No que diz respeito a empréstimos feitos às famílias foi apurado um total de 123,916 milhões de euros, o que significa um ligeiro aumento face aos 123,902 milhões emprestados em maio e aos 123,892 milhões concedidos em junho de 2017.

A grande maioria do crédito concedido às famílias foi para a compra de habitação (93,139 milhões de euros), valor que representa um pequeno decréscimo em relação aos 98,233 milhões do mês passado. Em sentido inverso andou o crédito para consumo e outros fins, que passou de 25,669 para 25,777 milhões de euros.

De acordo com os dados deste Boletim, os valores em incumprimento baixaram em relação ao mês passado e ao período homólogo do ano passado, sendo, atualmente, de 12,6% no caso das empresas e de 3,9% no das famílias.

Partilhar: