O índice de volume de negócios no comércio a retalho teve, em novembro, um aumento de 4,1% em comparação com o mês homólogo de 2017, revela o Instituto Nacional de Estatística (INE). Tratou-se de uma desaceleração de 1,5 pontos percentuais (p.p) em relação a outubro, mês em que o aumento tinha sido de 5,6%.

Aquele organismo acrescenta que ambos os agrupamentos considerados, Produtos Alimentares e Produtos não Alimentares, contribuíram para a desaceleração do índice geral, com reduções de 1,4 p.p. e 1,6 p.p. nas respetivas taxas de variação homóloga, que se fixaram em 3,4% e 4,7% em novembro, pela mesma ordem.

O índice de emprego no comércio a retalho aumentou 1,8% em termos homólogos (variação de 2,2% em outubro).

Partilhar: