Decorre de 2 de Junho a 2 de Julho, o 2º período de candidatura à medida Contrato-Emprego, que disponibiliza apoio financeiro aos empregadores que celebrem contratos de trabalho sem termo ou a termo certo, por prazo igual ou superior a 12 meses, com desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), com a obrigação de lhes proporcionarem formação profissional aos trabalhadores contratados.

No caso de contratos de trabalho sem termo, o apoio é equivalente a 9 vezes o valor do Indexante dos Apoios Sociais (IAS), ou seja, €3. 860,10. Em certas circunstâncias, as empresas podem beneficiar de uma majoração de 10% ou 20%, sendo, nesses caso, o valor do apoio, respectivamente, de €4.246,11 e de €4.632,12.

Nos contratos de trabalho a termo certo, os apoios são de €1.286,70, podendo, também, haver uma majoração de 10% (e, neste caso, atingem €1. 415,37) ou 20% (€ 1.544,04).

Os desempregados a contratar devem estar inscrito nos serviços de emprego, numa das seguintes situações: Inscrito há 6 meses consecutivos ou, independentemente do tempo de inscrição, preencha determinadas condições, como, entre outras, ser beneficiário de prestação de desemprego, beneficiário do Rendimento Social de Inserção ou ser vítima de violência doméstica.

Informações adicionais sobre este instrumento de apoio podem ser consultadas aqui.

Partilhar: