“O futuro começa hoje” é o mote da 17ª edição do Congresso Nacional da Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM), que decorre a 20 e 21 de Outubro, no Palácio de Congressos do Algarve do Hotel Salgados Palace.

Durante dois dias, o Congresso coloca em debate os grandes desafios que a Europa terá que enfrentar nesta área. Este evento reúne vários agentes dedicados ao transporte rodoviário e conta com a participação do eurodeputado Francisco Assis e do ex-secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos. Também o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa foi convidado, não tendo, no entanto, até esta altura, confirmado a presença no evento.

A sessão de abertura do Congresso estará a cargo de Gustavo Paulo Duarte, presidente da ANTRAM e o primeiro painel, com início agendado para as 15h45, dá especial destaque ao futuro da Europa enquanto elemento desagregado e criador de barreiras ao livre mercado único. O futuro dos Estados-membro – tendo em conta o aparecimento de desafios como o Brexit, as questões relacionadas com a emigração e a presidência de Donald Trump – são apenas alguns dos temas em análise na palestra que pretende responder à questão: “União Europeia ou uma Europa das Nações?

Já o segundo dia do Congresso, 21 de Outubro, focado no futuro do transporte de mercadorias em Portugal, analisa o sector como uma actividade fundamental para a economia nacional e para as exportações. A partir das 10h00, a ANTRAM promove o debate em torno do que considera ser a falta de regulação da actividade, a escassez da mão-de-obra qualificada e, ainda, as condições necessárias para a construção de uma política estratégica para a dinamização do sector.

No painel da tarde, que tem início às 15h00, o debate centra-se na próxima evolução do sector – o camião autónomo –, que aparecerá na sequência do aumento da demanda por serviços especializados e cada vez mais tecnológicos.

A ANTRAM é uma associação patronal constituída em 1975. Com presença em Lisboa, Porto, Coimbra, Évora e Faro, representa cerca de 2 mil empresas nacionais de transporte profissional de mercadorias.

Partilhar: